Nutrição dos 18 aos 24 meses (I): Recomendações gerais

Nutrição dos 18 aos 24 meses (I): Recomendações gerais

Sugestões para alimentar correctamente o seu filho dos 18 aos 24 meses:

Durante esta etapa, o seu filho irá aceitando progressivamente todas as comidas do menu familiar. Convém oferecer-lhe, sem o forçar demasiado, alimentos novos e variados que sejam interessantes para ele, já que assim completará a sua aprendizagem da mastigação e a aquisição de hábitos alimentares saudáveis.

Todas as mudanças serão feitas de forma progressiva. Ã próprio desta idade oferecer um pouco, em maior ou menor grau, de resistência a tudo o que é novo. Deverá insistir periodicamente (1 a 2 semanas) naquelas mudanças dietéticas que a criança não aceitou no princípio.

Outra particularidade desta época da vida é que diminui a velocidade de crescimento da criança, especialmente no que diz respeito a peso: apresenta cada vez menos interesse nos alimentos que lhe oferecem e, em alguns casos, pode reduzir-se de forma significativa a quantidade de alimentos ingeridos, em comparação com o primeiro ano de vida, dando uma falsa sensação de que "come menos" ou "não quer comer".

Ofereça-lhe porções pequenas e a intervalos regulares, evitando que fique demasiado cansado ou com muita fome para aceitar novos alimentos.

à preferível que coma com o resto da família à mesa.

Há que ter imaginação na apresentação dos ingredientes (cores diferentes ou com acompanhamentos variados) para que sejam interessantes para as crianças desta idade: aceitam com maior facilidade os legumes cozidos que crus (saladas). Devemos procurar que recebam uma porção suficiente e apresentar-lhes de forma atractiva, misturados com outros alimentos. Evitar alimentos demasiado secos, pois nesta idade são preferidas as apresentações em calda ou com algum molho.


Alimentos novos a partir dos 18 meses:

- Carnes de boi ou porco, escolhendo sempre carnes sem gordura ou eliminando-a conscienciosamente.
- Peixe azul, choco e mariscos, procurando que estejam bem cozidos.
- Leite gordo de vaca e queijos de todo o tipo, embora de preferência os menos gordos. As sobremesas LÁCTEAS como o arroz doce ou o leite creme podem substituir o lanche.
- Féculas em forma de cereais ("tufados" tipo Kellog´s, ...), crepes, panados, croquetes, etc...
- Com efeito, a partir desta idade podem comer a mesma dieta que o resto da família.


O que devemos evitar?

- Não permita comportamentos caprichosos e preferências excessivas por alguns alimentos em relação a outros. Assim poderá evitar, se continuarem as suas "exigências", uma dieta demasiado repetitiva com carências nutricionais.

- Também é aconselhável manter fora da vista das crianças aqueles alimentos que devido às suas características especiais são muito atractivos como, por exemplo, os doces: caramelos, chocolates, bolos, etc., que podem chegar a criar hábitos nutricionais errados e difíceis de erradicar posteriormente. Se o seu filho come alguns, é melhor oferecer-lhes no final das refeições.

- A banha e o toucinho não são necessários e devem evitar-se, bem como os picantes e o excesso de condimentos.

- Evitar o leite meio gordo antes dos 2 anos e magro antes dos 5 anos.

- Evitar bebidas com gás. O café não é adequado para esta idade e pode começar-se a dar o cacau, com moderação, às vezes como "desculpa" para que tome leite.

- Um excesso de líquidos pode diminuir o apetite. Não é necessário que a criança beba água muito a miúdo, e muito menos em biberão, excepto nos meses mais quentes; raramente necessitam de beber entre as refeições, e mesmos nestas, em pouca quantidade. A sucção de um biberão com água pode converter-se num mau hábito que lhe manterá o estômago semi-cheio e o deixará sem apetite.

DEVE EVITAR TAMBÃM OS FRUTOS SECOS: O SEU FILHO PODERIA ENTALAR-SE E ASPIRÁ-LOS PARA O PULMÃO. ISTO à VÁLIDO TAMBÃM PARA TODOS OS ALIMENTOS QUE SÃO DE CONSISTÊNCIA DEMASIADO SÓLIDA OU DE FORMA PEQUENA E ARREDONDADA (azeitonas, caramelos...).
 

Pode interessar-te:

Toalhitas

Toalhitas Dodot Activity

Cuidado máximo de Dodot.