Actividades para o desenvolvimento psicomotor de bebés dos 6 aos 9 meses

Actividades para o desenvolvimento psicomotor de bebés dos 6 aos 9 meses

Aos 6 meses, o vosso bebé já adquiriu a capacidade de controlar os movimentos das mãos guiados pela visão. Este feito é aperfeiçoado e adquire uma grande importância durante esta etapa. O bebé tenta realizar alguma acção motora, geralmente com as mãos, e, irreflectidamente, produz um resultado que não esperava mas que é interessante para ele. Como a acção casual se revelou surpreendente e divertida, repete-a vezes sem conta pelo simples prazer de reviver o resultado que acaba de obter. Por exemplo, o bebé tem uma roca à vista e estica a mão para alcançá-la. Ao puxar a roca de forma brusca, o bebé ouve o som da mesma inesperadamente, o que o surpreende e diverte. Deste modo, aprende que, se movimentar a mão, a roca volta a fazer ruído.

Esta conduta representa um verdadeiro progresso a nível intelectual. Agora o bebé começa a mostrar maior interesse pelos efeitos das suas acções sobre os objectos e o mundo exterior em geral. Desta forma, torna-se cada vez mais aberto, intelectual e socialmente. Vai-se convertendo num explorador de objectos e a curiosidade é o motor que alimenta o seu desenvolvimento.

Nesta etapa, o bebé também é capaz de pegar no pé e levá-lo à boca. Além disso, consegue reconhecer-se pela primeira vez diante do espelho. Imita gestos, como dizer “adeus” e bater palmas. Vocaliza várias sílabas como início da linguagem oral e é capaz de imitar os comportamentos de um adulto.

Nesta fase, o bebé faz grandes progressos nas suas mudanças de postura. Consegue aguentar a cabeça e, deitado de barriga para baixo, apoia-se com as mãos e levanta a cabeça e o tronco, o que lhe permite observar tudo o que o rodeia de outra perspectiva. Pouco a pouco, tentará mudar de posição passando de barriga para baixo para a posição de costas e vice-versa.

Gosta que o peguem pelo tronco na posição vertical para poder saltar apoiando-se sobre os pés.

Consolidando estas aprendizagens e adquirindo mais confiança, o bebé tentará arrastar-se dando impulso com os braços e com as pernas. Uma vez aprendida esta manobra, atrever-se-á a deslocar-se gatinhando sobre os joelhos e as mãos.

Actividades de estimulação

• Podem fazê-lo descobrir jogos de encher e vazar. Ponham os seus objectos preferidos dentro de um tacho ou caixa, para que os tire e volte a colocá-los no interior.
• Jogos de descarga motora: dêem-lhe um tacho e uma concha para que possa bater com ela (também serve com um tambor, pandeireta, etc.).
• Brinquem dando-lhe uma bola para que ele a atire e a devolva. Com esta acção, o bebé está a aprender o que é a força da gravidade e entretém-se a ver os objectos caírem e a ouvir o ruído que fazem.
• Podem brincar às escondidas. Escondam-se atrás de um lenço ou das vossas mãos para depois aparecerem e dizerem “cucu”. Para além de gostar do jogo, estão a ajudar o vosso bebé a entender que, mesmo que não estejam, não desapareceram. Esta aprendizagem é fundamental, já que lhe permitirá começar a ser independente e a explorar o seu meio mais próximo, mas com a segurança de que os pais estão por perto para o protegerem.
• Outra actividade de estimulação possível é a seguinte: acomodem o vosso bebé num canto do quarto e posicionem-se no outro, incentivando-o a vir ao vosso encontro arrastando-se. Quando dominar este tipo de deslocação, podem colocar-lhe obstáculos, como almofadas ou rolos, para que os supere e a brincadeira seja mais divertida.
• Com o bebé deitado de costas, ajudem-no a levantar-se pegando-lhe pelas mãos. Podem repetir a acção várias vezes falando para ele e estimulando-o ao mesmo tempo.
• Quando o bebé estiver a gatinhar, podem brincar com ele perseguindo-o.
• Sentem o vosso bebé nos joelhos e peguem-lhe pelas mãos. Cantem-lhe canções (p. ex. arre, burrito) que impliquem movimento e balancem a criança de trás para a frente, movendo os vossos joelhos como se fossem um cavalinho (a trote e a galope).
• Podem deitar-se de costas no chão e colocar-se de frente para o vosso bebé, falando-lhe e aproximando-lhe brinquedos para depois os apanhar. Desta forma, estimulam a imitação e a motricidade do bebé.
• Rebolem pelo chão com a criança como se, juntos, fossem um croquete. Assim, o bebé aprenderá ou aperfeiçoará as mudanças de posição e melhorará o seu equilíbrio.

Pode interessar-te: