A278

É comum um bebé não ter a metade inferior do canal lacrimal? Este problema é hereditário?

Os canais lacrimais bloqueados são uma situação muito comum nos bebés pequenos e na maioria das vezes curam-se antes de fazerem um ano idade, sem qualquer tipo de tratamento. O canal lacrimal consiste num pequeno sistema de diminutos tubos e sacos que drenam as lágrimas do ângulo interior do olho para o nariz. Estes pequenos tubos nem sempre se encontram totalmente desenvolvidos e abertos nos recém-nascidos e as lágrimas podem acumular-se no olho. Os bebés com canais lacrimais bloqueados também podem desenvolver infecções no saco do canal lacrimal ou na pálpebra. Tradicionalmente, estas infecções têm sido tratadas com limpezas suaves ou com a aplicação de pomadas ou colírios oftalmológicos antibióticos. Os bebés com mais de 6 meses com sintomas parecidos devem ser remetidos para o especialista para efectuar uma sondagem. Este é um método posto em prática por um oftalmologista que introduz um arame da espessura de um fio de cabelo pelo canal lacrimal, forçando-o a abrir-se. No entanto, estudos recentes demonstraram que a maioria dos bebés recupera da obstrução dos canais lacrimais sem necessitar de tratamento, por volta de 1 ano de idade e indicam também que a sondagem precoce não contribui para acelerar o processo. O caso do seu filho é muito pouco comum pois persistiu durante quatro anos. Após uma revisão minuciosa da literatura médica, não consegui encontrar qualquer padrão hereditário associado a anomalias nos canais lacrimais. Ã possível que não existam casos suficientes para estudar a existência de um padrão hereditário.

Pode interessar-te:

Toalhitas

Toalhitas Dodot Sensitive

Especialmente desenhada para peles sensíveis