Quando se trabalha em casa

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

Quando se trabalha em casa

Como muitos pais, talvez você sonhe com trabalhar em casa. Isso resolveria todos os seus problemas, pois acabar-se-iam os engarrafamentos ou as correrias loucas para o infantário. Além disso seria você a estabelecer o seu próprio horário todos os dias. O que poderia ser mais fácil?
Para os 7% dos pais que trabalham regularmente em casa e os restantes 14% que o fazem ocasionalmente, trabalhar em casa é uma boa opção quando se trata de exercer uma profissão e de criar crianças pequenas. No entanto, exige novas e diferentes maneiras de pensar. Posso realmente fazer aquela conferência telefónica durante a hora da sesta? Como é que escolho entre a pilha de trabalho e a pilha de roupa para lavar, quando finalmente as crianças já estão na cama? E como coloco tanto os meus filhos como o meu trabalho em primeiro lugar?
Embora trabalhar em casa possa ser conveniente e flexível, traz desafios únicos e exige soluções exclusivas. Seguem-se algumas das formas como os pais que trabalham em casa geriram com sucesso o trabalho e a vida familiar:
Arranje alguém para ir cuidar dos seus filhos enquanto trabalha.
Mesmo que tenha ajuda apenas algumas horas por dia, ficará muito menos tensa se não estiver a tentar fazer chamadas e reuniões enquanto os seus filhos estão a fazer a sesta ou a ver televisão. Os seus filhos e os seus colegas ficarão muito mais contentes quando tiverem toda a sua atenção e você sentir-se-á menos tensa quando conseguir realmente concentrar-se.

Estabeleça uma rotina de "ida para o trabalho".
Mesmo que o seu "escritório" fique apenas na divisão mesmo ao lado, o facto de se vestir e sair para ir trabalhar ajuda a passar ao modo de trabalho. Seja o que for que a ajude a trocar de papel, pode funcionar, nem que seja fazer um pequeno passeio antes de entrar no seu gabinete ou até ir fazer um chá ou um café e abrir o correio electrónico a uma hora específica. Estas estratégias não só ajudam a fazer a transição da vida pessoal para a vida profissional, como também ajudam a família a saber quando está a trabalhar.

Crie o seu próprio espaço de trabalho.
Pode ser difícil a sua família compreender que você está a trabalhar e que não devem interromper, especialmente se o seu "escritório" for a mesa da cozinha. O facto de ter o seu próprio espaço ( idealmente com uma porta ou divisória que possa fechar), permite a todos saber facilmente quando você está a trabalhar.

Estabeleça um horário exclusivo para o trabalho.
Embora poucos felizardos possam fazer simultaneamente uma conferência telefónica, tratar das plantas e separar a roupa para lavar ao mesmo tempo, este tipo de tarefas múltiplas causa tensão à maior parte de nós. E, para além disso, lidar com uma criança activa em fase pré-escolar pode produzir um ruído de fundo imprevisível e distractivo quando está ao telefone com o seu chefe ou com um cliente. Reserve tempo só para o trabalho, sem distracções, de dia ou de noite. O seu chefe e os seus colegas gostarão de saber quando podem contar com a sua disponibilidade. E se você respeitar o seu tempo de trabalho, a sua família também o fará.

Estabeleça um horário exclusivo para os seus filhos.
Pelo facto de ter um horário de trabalho específico, não significa que tenha de ignorar os seus filhos durante o dia. Estabelecer um horário que lhe permita fazer intervalos e almoçar com os seus filhos pode realmente aumentar a sua criatividade e fará com que os seus filhos saibam que terão tempo para estar consigo o que contribuirá para que sejam mais pacientes quando precisar de trabalhar.

Quando o seu filho estiver doente, meta esse dia de baixa.
Uma criança que está doente, geralmente, quer e necessita de atenção. Se não puder tirar o dia inteiro, faça um intervalo adicional.

Distancie-se do trabalho quando tiver terminado.
Embora possa ser difícil resistir a verificar os faxes ou as mensagens telefónicas quando ouve o telefone tocar fora do horário de trabalho, ficará louca se não o fizer. Desligue o telefone quando deixar o seu escritório.

Seja flexível e não perca o sentido de humor.
A vida está cheia de mudanças e nada é previsível. Pense na vida como se fosse jazz: seguem-se as mudanças de tom e o resto é improvisação. Trabalhar em casa não é uma panaceia, mas quando consegue rir-se das situações difíceis e arranjar soluções para enfrentar os desafios diários, isso pode oferecer um excelente conjunto de opções para famílias que trabalham e têm crianças pequenas.

Nina Sazer O´Donnell, L. Ed., é Vice-Presidente e Directora da Community-Life Team no Families and Work Institute. Trabalha em nome da Early Childhood Public Engagement Campaign, uma campanha do Families and Work Institute destinada a tornar o público mais consciente dos três primeiros anos de vida das crianças.

* Artigo realizado pela Dra. Nina Sazer O´Donnell
(Vice Presidente do Families and Work Institute)
 

Pode interessar-te:

Fraldas

Fraldas Dodot Básico

A qualidade de Dodot a um preço básico