Devo levar a minha filha de 18 meses a visitar o avô, que está muito doente?

Devo levar a minha filha de 18 meses a visitar o avô, que está muito doente?

Independentemente do que fizerem, a morte do avô vai afectar a sua filha, tal como a todos os outros. De facto, ela já está afectada porque a sua rotina alterou-se, bem como as suas actividades e estados de alma. Nesta idade, a morte em si tem pouco significado para ela. Mas afecta as crianças ao alterar as suas rotinas e os relacionamentos. Diga-lhe que o avô está muito doente e que não ficará bom. Quando morrer, diga-lhe que o coração dele deixou de funcionar (acrescente tudo o que achar conveniente, segundo as crenças religiosas da sua família), mas evite eufemismos (como ele foi-se embora ou está a dormir) que confundem ou assustam as crianças mais novas. Neste momento, ela é demasiado nova para compreender verdadeiramente os rituais ou despedidas que acompanham um falecimento, mas você deverá ajudá-la. O que mais assusta as crianças é o isolamento e as emoções fortes e incompreensíveis que os adultos experimentam, por isso, reafirme que gosta dela e tente que a situação altere a vida da sua filha o menos possível. Recorde-lhe frequentemente o avô de forma positiva e tenha uma fotografia onde estejam os dois juntos para que ela possa ver. As suas recordações poderão tornar-se muito pouco nítidas, à medida que for crescendo, mas se você lhe falar do avô e das coisas que faziam quando estava com vocês, a sua filha saberá que essa pessoa tão especial a amou do fundo do coração.

Pode interessar-te: