Informação sobre a nova Gripe A

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

Informação sobre a nova Gripe A

A gripe causada pelo novo vírus A (H1N1) é uma doença respiratória contagiosa com uns sintomas parecidos aos da gripe comum ou sazonal (febre, tosse, expectoração, mal-estar geral, dor de garganta, cefaleia, dores musculares, vómitos, diarreia, etc.) e com uma evolução muito semelhante.

Está produzida por um novo vírus da gripe que se transmite pelas mesmas vias de contágio que a gripe sazonal, através das pequenas gotas de saliva que saem do nariz ou da boca com a tosse ou os espirros. Estas gotas também podem permanecer nas mãos e nos objectos, e a partir daí contagiar outras pessoas.

 

Normas a seguir para evitar o contágio:

1) Utilizar lenços de papel e deitá-los fora depois da sua utilização.

2) Tapar a boca e o nariz com as costas da mão ao tossir ou espirrar.

2) Lavar frequentemente as mãos com água e sabão.

3) Manter uma boa ventilação dos espaços fechados.

 

Há tratamento?

Os antivirais administrados durante as primeiras 48 horas da doença podem diminuir os sintomas e a duração, mas só estão indicados nalguns casos e devem ser receitados pelo médico.

 

Há vacina?

A campanha de vacinação contra a gripe pandémica começou no passado dia 26 de Outubro, com a finalidade de proteger os cidadãos mais vulneráveis, reduzir a presença de casos graves e garantir a continuidade dos serviços essenciais.

A primeira fase do grupo "A" de prioritários começou com a vacinação das grávidas com patologias associadas e dos profissionais que desempenham funções essenciais.

No passado dia 2 de Novembro, de forma simultânea com a primeira fase, começou a vacinação dos cidadãos que integram a segunda fase do grupo "A", com a inclusão das grávidas saudáveis com seis ou mais meses de gestação.

No dia 16 de Novembro a campanha alargou-se para o grupo "B", com prioridade para crianças com menos de dois anos de idade, e no dia 21 de Dezembro abarcou as crianças de até 12 anos de idade, cuja vacinação só estava prevista para Janeiro.

Lembrem-se que a vacina contra a gripe comum ou sazonal não protege contra o novo vírus.

 

O que fazer se suspeitarem que o seu filho/a tem a gripe A (H1N1)?

Marquem uma consulta com o pediatra para avaliar o paciente. Em caso de dificuldade respiratória, mal-estar geral, dor torácica, febre que não baixa com os antipiréticos habituais, devem dirigir-se ao Serviço de Urgências do hospital mais próximo.

Se tiverem qualquer dúvida, podem ligar para o seu pediatra.

Se desejarem mais informação sobre a A (H1N1) podem consultar:

 Centro Europeu para a Prevenção e Controlo de Doenças

(http://ecdc.europa.eu/)

Pode interessar-te: