Quando devo mudar o meu filho do berço para a cama?

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

Quando devo mudar o meu filho do berço para a cama?

Uma criança está pronta para passar para uma cama convencional quando for capaz de trepar para fora do berço com toda a facilidade; ele dir-lhe-á que está pronto para dar o grande passo (se o vocabulário dele lho permitir), ou então, quando você mesma considerar que é o momento adequado para o fazer. Não existe nenhuma norma preestabelecida quanto ao momento de fazer a mudança. No entanto, se na vida do seu filho se estiverem a verificar demasiadas alterações (a habituação à sanita, a chegada iminente de um irmão, ou irmã, um infantário novo), talvez prefira esperar até que as coisas se acalmem. Se decidir que este é o momento adequado, prepare o seu filho com antecedência e deixe-o participar em algumas decisões: fale-lhe da cama nova, leia livros sobre o tema, escolha-a com ele ou mostre-lhe uma fotografia, pergunte-lhe que tipo de peluches quer que "vivam" com ele e depois de decidir onde é que a cama irá ficar, escolham juntos os lençóis. Para facilitar a transição, instale a cama e as protecções* sem retirar o berço, se o espaço o permitir. Desta forma, terá tempo para familiarizar-se com ela. Depois, deixe que o seu filho lhe indique o caminho. Se estiver indeciso, comece com a sesta; se vir que está preparado, passe uma parte da rotina nocturna para a cama nova. Se se recusar a dormir na cama, ou se ficar perturbado na hora de dormir, deixe-o dormir no berço e tente novamente algumas semanas depois. Quando o seu filho tiver feito a transição de forma satisfatória, estabeleça os limites: coloque uma barreira na porta, para que compreenda que não pode sair do quarto dele, mesmo que decida não ficar deitado. Afinal de contas, você precisa de dormir.

*As protecções não só fazem com que a criança se sinta mais segura, como também impedem que caia da cama.

Pode interessar-te: