A minha filha de 3 anos alguma vez ultrapassará a fase dos caprichos com a comida?

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

A minha filha de 3 anos alguma vez ultrapassará a fase dos caprichos com a comida?

Parece que está a travar uma batalha contra a sua filha, batalha essa que nunca irá ganhar. Chegou a altura de mudar de táctica. Não sirva alimentos que sabe que não são saudáveis para ninguém na sua família, incluindo a sua filha. Sirva-lhe quantidades pequenas do que está a comer e certifique-se que é saudável e não demasiado ácido ou condimentado. Sente-a à mesa com toda a família. Quando todos tiverem acabado, retire o prato dela sem dizer uma palavra. Nada de refeições especiais ou ligeiras depois disso. Todos os dias, sirva duas ou três refeições ligeiras nutritivas entre as refeições, à mesa, com a televisão desligada. Se não comer, tire tudo da mesa ao fim de 10 minutos. Não a obrigue a comer; não grite com ela, não a ameace nem a castigue. Se não alterar a sua forma de lidar com ela, poderá antever lutas contínuas, obesidade e/ou uma péssima nutrição e sal em excesso. Garanto-lhe que ela não passará fome se seguir esta abordagem que acabei de descrever. Pese-a na consulta do pediatra e periodicamente, se estiver preocupada com o peso dela. Quando for ao pediatra pergunte acerca de lhe dar suplementos vitamínicos adicionais, para que não tenha de se preocupar com as frutas e os legumes. Esta fase de caprichos com a comida passará quando ela deixar de poder ter um cozinheiro privado ou, se isto não acontecer antes, quando tiver 21 anos.

Pode interessar-te: