Brincar com plasticina

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

Brincar com plasticina

O melhor da plasticina é a facilidade com que se manuseia. A sua elasticidade torna-a popular entre as crianças pequenas e é perfeita como introdução à moldagem em barro, que é um material mais resistente. Compre plasticina comercial ou fabrique-a você mesma (ver receita mais à frente). Em seguida dão-se algumas indicações úteis para trabalhar com este material.

A plasticina não se come, contudo muitas.crianças pequenas tentam conhecer o mundo metendo as coisas na
boca. A primeira lição deve ser simples: Não se come, apenas finge-se que se come... Mostre-lhe como.

Que comece apenas com as mãos e os dedos. Ao princípio é conveniente trabalhar desta maneira para que a criança conheça a plasticina, a sensação que dá e como responde. Depois poderá oferecer-lhe coisas que possa utilizar para dar forma à plasticina, como um pau de gelado, uma faca de manteiga, um rolo de amassar e umas formas para bolachas. Sugestão: Pode utilizar um triturador de alhos para fazer serpentes, fios e inclusivamente pêlos.

Experimente. Ensine-o a fazer serpentes ou pequenas bolas com uma mão, ou com as duas, sobre a superfície da mesa. Ponha alguma plasticina no triturador de alhos e veja o que acontece. Ou utilize o rolo para amassar a plasticina e depois as formas para fazer de conta que faz comida, como bolachas, um bolo de aniversário, pastéis ou pizza insistindo em que não se devem comer.

Misturar todos os ingredientes e leve a cozer em lume brando, sem deixar de mexer, até que a mistura forme uma bola. Retire e amasse até que a plasticina fique mole e perca a sua viscosidade. Conserve num recipiente ou num saco de plástico hermético.

Manusear a plasticina fortalece os músculos das mãos e dos dedos e fomenta o desenvolvimento da motricidade e da coordenação dos olhos e das mãos.

Pode interessar-te: