O seu bebé já tem 2 semanas

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

O seu bebé já tem 2 semanas

Bebé

O seu bebé já tem 2 semanas

Amamentação

Leite materno, o alimento ideal para o seu bebé

A CIÊNCIA COMPROVOU O QUE A NATUREZA SEMPRE SOUBE: amamentar é a melhor opção. O leite materno proporciona um equilíbrio perfeito de nutrientes, proteção contra doenças desde as primeiras semanas de vida e durante toda a infância. Está sempre preparado e à temperatura ideal. Além disso, amamentar o seu bebé é um momento maravilhoso para comunicar com ele. Quando o bebé faz uma pausa é o momento ideal para o poder observar, tocar e falar para ele. A proximidade e o contacto com a sua pele são extremamente emocionantes! Para o seu próprio bem-estar e o do seu bebé, amamentar é a melhor opção.

Benefícios da amamentação para o bebé e para a mãe.

O leite materno é muito benéfico, tanto para o seu bebé como para si. Diversos estudos indicam que as mulheres que amamentam apresentam menor risco de sofrer de cancro da mama e de osteoporose. Também contribui para que o útero se contraia após o parto, o que significa que poderá recuperar a sua forma mais rapidamente.

O leite materno tem a composição ideal para o bebé, já que contém o equilíbrio perfeito de nutrientes, melhora o seu desenvolvimento psicomotor e protege-o contra infeções e processos alérgicos. O leite materno também tem um lado prático: não necessita de o comprar, misturar, medir ou aquecer. O peito é a melhor opção, mas se decidir não amamentar o seu bebé ou se não o puder fazer, uma boa alternativa será um leite de iniciação. Os fabricantes melhoram constantemente o seu valor nutricional.

Por Dras. Suzanne Dixon e Ángela Rojas

Alimentação as 24 horas do dia.

Alimentar um recém-nascido pode converter-se num trabalho a tempo inteiro, uma vez que os bebés podem necessitar de 10 a 12 tomas diárias. Isto é, uma toma a cada 1,5 - 3 horas. De facto, depois do primeiro ou segundo dia de vida, é possível que o bebé queira comer a cada hora durante um ou dois dias. Esta frequência, na verdade, é benéfica, porque ajuda o corpo da mamã a produzir uma boa quantidade de leite. Em apenas dois ou quatro dias, o seu corpo adaptar-se-á às necessidades do seu recém-nascido e é provável que o bebé se alimente com menor frequência.

Este é um processo normal de transição. Os bebés necessitam de muito pouco leite durante os primeiros 3 a 5 dias de vida, visto que armazenam muita gordura e os seus estômagos são pequenos. Daí perderem peso depois do nascimento.

O colostro, líquido de cor amarelada que é segregado durante alguns dias após o parto, antes da subida do leite, é muito importante porque contém proteínas e anticorpos para combater as infeções. Ao fim de pouco tempo, o horário de alimentação do bebé será mais razoável, já que se alimentará mais rapidamente e com uma frequência menor. Como recomenda a OMS (Organização Mundial de Saúde), o leite materno é o melhor alimento que um bebé pode ingerir durante os primeiros seis meses de vida.

Não recuse, peça ajuda.

Ainda que a experiência de amamentar seja maravilhosa, é um processo que requer alguma habituação. A ajuda adequada e bons conselhos podem fazer a diferença.

O medo do seu bebé não estar a tomar leite suficiente, além de potenciais problemas como a mastite (infeção mamária que é tratada com antibióticos) e a inflamação mamária (sente-se os seios cheios, sensíveis e duros até extrair o excesso de leite) são desafios que podem desanimar as mães estreantes. O segredo está em certificar-se de que o bebé se encontra na posição adequada e em ajudá-lo a usar a boquita de forma correta. Peça às enfermeiras para a observarem enquanto amamenta e para lhe darem sugestões antes de receber alta do hospital. A maior parte dos hospitais contam com pessoal especializado em amamentação. Aproveite os seus conselhos antes e depois do nascimento. Após o parto, pode recorrer a algum grupo de apoio à amamentação(pergunte ao seu pediatra).

O hospital ou a maternidade também deveriam ser uma boa fonte de ajuda. O importante é comunicar com alguém e fazer um esforço. Vale a pena. Amamentar o seu bebé deveria ser uma experiência maravilhosa.

O vínculo afetivo da amamentação.

Amamentar o seu bebé pode ajudar a estabelecer um forte vínculo entre vós. É possível que esta proximidade desperte um certo ciúme do seu companheiro, pelo que é recomendável que o papá pegue o bebé ao colo, depois da mamã o amamentar, para que também ele possa criar esse vínculo afetivo.

O pai também pode participar nos banhos e nas massagens do vosso filho. De facto, depois do primeiro ou segundo dia de vida, é possível que o bebé queira comer a cada hora durante um ou dois dias. Esta frequência, na verdade, é benéfica, porque ajuda o corpo da mamã a produzir uma boa quantidade de leite. Em apenas dois ou quatro dias, o seu corpo adaptar-se-á às necessidades do seu recém-nascido e é provável que o bebé se alimente com menor frequência.

Como recomenda a OMS (Organização Mundial de Saúde), o leite materno é o melhor alimento que um bebé pode ingerir durante os primeiros seis meses de vida.

Pode interessar-te:

Toalhitas

Toalhitas Dodot Sensitive

Especialmente desenhada para peles sensíveis