O seu bebé já tem 2 meses

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

O seu bebé já tem 2 meses

Bebé

O seu bebé já tem 2 meses

Prevenir a dermatite da área da fralda é importante

COMO EVITAR O APARECIMENTO DA ERUPÇÃO CUTÂNEA OU DERMATITE NA ÁREA DA FRALDA: Use fraldas super absorventes de qualidade. Se, além disso, contiverem loção dermoprotetora na camada superior que está em contacto com a pele do seu bebé, melhor.

Época de vacinas.

Certifique-se de que as vacinas do seu filho estão em dia para o proteger contra doenças como a poliomielite, a tosse convulsa (pertussis), a difteria, o sarampo, a papeira, a rubéola, a varicela, a hepatite, o rotavírus e diferentes tipos de meningite.

É importante que o seu filho tenha em dia as diferentes vacinas de que necessitará nos seus primeiros dois anos. Aconselhe-se junto do pediatra ou da enfermeira para assegurar que as vacinas do seu bebé estão em dia. Atualmente, os bebés costumam tomar as primeiras doses aos 2 meses de vida, embora alguns tomem a primeira dose de hepatite B ? se a mãe for portadora ? no hospital pouco depois de nascerem, e recebeu um boletim com o registo destas doses na altura. Mantenha sempre esse boletim à mão, na mala ou na carteira. Assim, andará sempre consigo, mesmo se tiver que ir ao serviço de urgências. Mostre o boletim ao pediatra ou à sua enfermeira para que possa atualizá-lo em cada consulta.

Por Dra. Suzanne Dixon

A treinar a visão.

Agora que a visão do seu bebé é mais apurada e que começa a ter maior controlo sobre os seus movimentos, os objetos exercem uma maior atração sobre ele.

De certeza que se divertirá a observar um móbil sobre o seu berço e olhará para ele durante longos períodos, chegando a tentar combater o sono para o observar. Nesta idade, os bebés também adoram observar as próprias mãos, de ambos os lados, vezes e vezes sem conta. É uma forma de aprenderem a coordenar as mãos e os olhos, o que lhe será muito útil quando, aos quatro meses aproximadamente, começar a tentar alcançar as coisas. A prática ajudará bastante e aprenderá rapidamente a alcançar um objetivo com precisão.

Como combater a irritação da área da fralda.

Qual é o método mais eficaz para combater a irritação na área da fralda? Em seguida, oferecemos uma série de conselhos e recomendações para a aliviar.

Use pomadas que contenham vaselina ou óxido de zinco para proteger a pele do bebé contra a humidade e as enzimas que provocam a irritação na área da fralda. Use fraldas de qualidade que sejam super absorventes. Certifique-se de que o rabinho do bebé está completamente seco. Para tal, mude-lhe as fraldas com a frequência que seja necessária. Também pode ser útil tirar-lhe a fralda por alguns momentos todos os dias. O ar que circula pelo rabinho permite que ele seque. Além disso, muitos bebés desfrutam deste momento de 'liberdade' para se mexerem à vontade. Assegure-se de que o quarto está a uma temperatura agradável e sem correntes de ar e deite-o sobre uma fralda ou toalha, prevenindo os inevitáveis acidentes.

Se sentir dor ou ardor nos seios e o seu bebé tiver irritação na área da fralda com manchas vermelhas, é provável que ambos tenham uma infeção causada por fungos, que deve ser tratada. Vá ao pediatra do seu filho: deverão tomar um medicamento antifúngico para curar a infeção e será necessário aplicar creme ou pomada no rabinho do bebé. No entanto, não aplique a pomada nos seus seios, já que pode obstruir as glândulas lubrificantes naturais.

Por Dr. Anthony J. Mancini

Registo do crescimento do bebé.

É natural que estejam pendentes do crescimento do vosso bebé: come o suficiente? Tem um peso normal para a sua idade? Lembrem-se: todos os bebés são diferentes e cada um se desenvolve ao seu próprio ritmo.

Mesmo assim, é importante conversar com o pediatra acerca do desenvolvimento do bebé. É muito provável que ele mantenha um gráfico de crescimento que mostre a evolução do peso e da altura do vosso filho. O pediatra atualizará este gráfico em cada consulta mas vocês também podem controlar e registar o seu crescimento. Quanto mais informação tiver sobre a saúde e a evolução do bebé, melhor.

Por Dra. Suzanne Dixon

O amor dos pais.

A paixão arrebatadora que surge com a paternidade pode ser esmagadora para algumas pessoas. Este turbilhão de emoções denomina-se enamoramento. Os pais sentem tanto amor que vêem o bebé como parte de si. Do ponto de vista de um pediatra, é o melhor que pode acontecer. Este afeto profundo será a base para uma infância segura.

Tomem nota das vossas dúvidas para as colocarem ao pediatra.

Já pensaram em tomar nota das perguntas que vos vão surgindo sobre o vosso bebé num caderninho e em levá-lo à consulta do pediatra?

Assim, também poderão usá-lo para apontar o que o médico disser sobre temas como as doses recomendadas para alguns medicamentos e as prováveis reações a algumas vacinas.

O facto de estar sempre preparado não só a ajudará a aproveitar ao máximo a consulta como a lembrar-se da informação mais importante.

Use pomadas que contenham vaselina ou óxido de zinco para proteger a pele do bebé contra a humidade e as enzimas que provocam a irritação na área da fralda. Use fraldas de qualidade que sejam super absorventes. Certifique-se de que o rabinho do bebé está completamente seco. Para tal, mude-lhe as fraldas com a frequência que seja necessária. Também pode ser útil tirar-lhe a fralda por alguns momentos todos os dias. O ar que circula pelo rabinho permite que ele seque. Além disso, muitos bebés desfrutam deste momento de 'liberdade' para se mexerem à vontade. Assegure-se de que o quarto está a uma temperatura agradável e sem correntes de ar e deite-o sobre uma fralda ou toalha, prevenindo os inevitáveis acidentes.

Se sentir dor ou ardor nos seios e o seu bebé tiver irritação na área da fralda com manchas vermelhas, é provável que ambos tenham uma infeção causada por fungos, que deve ser tratada. Vá ao pediatra do seu filho: deverão tomar um medicamento antifúngico para curar a infeção e será necessário aplicar creme ou pomada no rabinho do bebé. No entanto, não aplique a pomada nos seus seios, já que pode obstruir as glândulas lubrificantes naturais.

Por Dr. Anthony J. Mancini

Pode interessar-te: