O seu bebé já tem 1 mês

O seu bebé já tem 1 mês

Bebé

O seu bebé já tem 1 mês

Mil perguntas para a mesma pessoa: o vosso pediatra

O PRIMEIRO CHECK-UP MÉDICO DO SEU FILHO SERÁ CERCA DE UM MÊS DEPOIS DE DEIXAR O HOSPITAL. O seu pediatra controlará o peso e a altura do seu bebé. Além disso, aconselhará sobre como lidar com as doenças e as pequenas preocupações e indicará os momentos em que deve ligar para o médico.

Primeira ida ao pediatra.

Chegado o primeiro mês, é hora do seu pediatra realizar o primeiro check-up à saúde do seu bebé. Controlará o seu peso e altura e verificará se o resto de cordão umbilical caiu e se o umbigo está a sarar corretamente, entre outras comprovações. Não hesite em perguntar-lhe qualquer dúvida que possa ter.

Por Dra. Suzanne Dixon

Proteção contra o sol.

Os raios solares são especialmente nocivos para a pele sensível do seu bebé, de modo que, em dias de sol, não deve expô-lo ao mesmo. Antes das 11h00 e depois das 18h00, vista-lhe um boné e tente mantê-lo à sombra.

Tenha em atenção que as janelas não filtram muita radiação ultravioleta, por isso terá que evitar a exposição solar direta mesmo quando estiver no carro ou em casa. Não aplique creme solar ao seu filho até ele ter mais de três meses. No caso dos bebés com mais de 3 meses, é conveniente aplicá-lo só em algumas zonas, como as mãos e a cara, e optar pelos cremes que tenham poucos conservantes e cuja composição não contenha parabenos.

Por Dr. Anthony J. Mancini

Auto-relaxamento do seu bebé.

A sucção é um hábito saudável e de auto-relaxamento que tem origem no reflexo do bebé levar a mão à boca. Se um bebé de três semanas se quiser acalmar quando estiver irritado ou antes de adormecer, chupará os seus próprios dedinhos ou os da mamã.

Este hábito parece ser inato, e os bebés que o têm são absolutamente normais. Para ajudar o bebé a dominar esta habilidade, deixem-lhe as mãos destapadas e perto da cara, coloquem um cobertorzinho ou uma toalha de mão enrolada por trás dos ombros para o ajudar a aproximar os braços quando estiver na sua cadeirinha de bebé ou na cadeira de segurança para o carro.

Sente-se triste?

Tornar-se mamã pode chegar a ser esgotante e é natural que, de vez em quando, se sinta abatida enquanto se habitua à sua nova rotina. No entanto, entre 8% e 26% das novas mamãs sentem algo mais complicado do que uma simples tristeza: sofrem de depressão pós-parto.

Este estado pode ser moderado ou severo. A depressão pós-parto pode durar entre 3 e 12 meses e as suas consequências afetam toda a família. Os recém-nascidos são muito sensíveis ao estado de ânimo das mães. Diversos estudos demonstram que os bebés com apenas alguns dias de vida cujas mães sofrem de depressão não agem da mesma forma que os bebés de mães que não a sofrem. Esta diferença não favorece o desenvolvimento dos bebés.

Os sintomas mais comuns da depressão pós-parto são os seguintes (embora nem sempre todos se verifiquem):

- Choro

- Insónia

- Alterações no apetite

- Sentimento de inutilidade

- Perda de energia

- Falta de concentração

- Aparência pessoal descuidada

- Ansiedade

- Irritabilidade

- Agressividade

Se teve algum ou todos estes sintomas, é importante que vá imediatamente ao seu médico.

Tudo a preto e branco.

Para estimular a visão e a mente do seu bebé, façam-lhe alguns cartões a preto e branco. Utilizem um marcador preto para desenhar uma cara sorridente, um sol, uma lua ou uma casa, em fichas brancas, e ponham-nas perto do bebé, dentro do berço. Ele observará durante horas... bem, ou talvez só durante alguns minutos.

Começa a reconhecer-vos.

Agora é como se o bebé que trazia dentro de si tivesse estado sempre ao vosso lado. Embora pareça que só come e dorme, observem-no com atenção: cada dia que passa, ele estuda-vos mais e parece estar preparado para vos presentear com um sorriso.

Tem a cara ligeiramente mais magra e é possível que, em mais do que uma ocasião, tenha tentado fazer algum gorgorejo. De um modo geral, a grande parte de tempo que o cuidado de um bebé exige faz com que os pais estreantes não percebam a rapidez com que o seu filho muda, aprende e cresce. Desfrutem ao máximo destes momentos irrepetíveis porque o tempo passa e o vosso bebé cresce muito depressa!

Os bebés desta idade são muito exigentes e ainda não sabem fazer muitas coisas, motivo pelo qual pode tornar-se uma fase especialmente difícil. A falta de sono e as profundas alterações na rotina à qual estavam habituados podem afetar-vos bastante, mas nunca se rendam. Vale a pena!

Pode interessar-te: