O seu bebé já tem 3 semanas

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

O seu bebé já tem 3 semanas

Bebé

O seu bebé já tem 3 semanas

O choro e as cólicas

"O que se passa com o meu bebé?" Aprenda a identificar o seu choro.

APROXIME-SE DO SEU BEBÉ QUANDO ELE CHORAR. Recorra a todas as estratégias que conheça para saber se o bebé precisa de algo: pegue nele ao colo, dê-lhe de comer, mime-o, mude-lhe a fralda. Depois de ter a certeza de que não está molhado, com fome ou com dores, utilize técnicas de relaxamento. Aprenda a conhecer os seus diferentes choros.

Um choro que pede ajuda.

Quando os bebés estão doentes, não é estranho que também chorarem. Para desentupir o seu nariz, pode utilizar de 2 a 5 ml de soro fisiológico (solução salina), limpar as fossas nasais e/ou aspirar as suas mucosidades com a ajuda de um aspirador adequado para recém-nascidos. Tenha cuidado e limpe-lhe o nariz apenas se a mucosidade nasal o impedir de comer e dormir sem problemas.

É possível que os sintomas normais nos bebés e nas crianças com mais idade sejam pouco comuns nos lactantes. Uma febre de mais de 38ºC nesta idade requer o cuidado imediato do pediatra. Outro sintoma que indica problemas é a dificuldade ao respirar, assim como um sibilo ou pieira. A falta de apetite que se extenda para além de duas tomas é outro sinal de alerta, tal como a tendência para dormir demais. É possível saber se um bebé tem demasiado sono quando não acorda para comer ou não reconhece nem a cara nem a voz da mamã. Se alguma destas situações ocorrer, consulte o seu pediatra.

Por Dra. Suzanne Dixon

A abordagem ativa.

Geralmente, a pior fase das cólicas ocorre durante o segundo e o terceiro mês de vida. Procure mimar e pegar no seu bebé ao colo mais vezes. Tal pode servir para que, numa fase mais avançada, chore menos.

Os estudos indicam que pegar no bebé ao colo com maior frequência durante as primeiras semanas de vida pode ajudar a limitar a duração dos ataques de choro quando crescer. São boas notícias porque qualquer choro de mais de 30 segundos revela-se eterno para os pais.

Algumas soluções que podem ser úteis para acalmar o seu bebé: pôr-lhe a chupeta, embalá-lo, passear com ele, exercer uma ligeira pressão sobre o seu estômago, amamentá-lo com mais frequência, dar-lhe alguns ml de infusão para recém-nascidos ou sair com ele de carro, sempre numa cadeirinha de segurança para bebés. Se o seu estômago estiver mais inchado do que o habitual, é provável que tenha engolido muito ar ao chorar, pelo que convém ajudá-lo a arrotar.

Dê atenção ao seu bebé.

Não se preocupe. Nesta idade, o seu bebé é demasiado pequeno e não tenta manipulá-la. Portanto, não hesite em tentar descobrir se tem fome, se está cansado ou tem dores. Não o estará a mimar demais se ele acordar a meio da noite e lhe der atenção sempre que chorar.

O seu choro é a sua forma de lhe dizer que necessita de algo. Quanto mais depressa reagir, mais rapidamente ele terá a certeza de que o mundo é um lugar seguro. De um modo geral, os bebés a quem rapidamente lhes é dada atenção quando choram adquirem uma maior segurança e acabam por chorar menos.

Depois de confirmar que todas as suas necessidades físicas estão satisfeitas e tudo parece estar bem, pegue no seu bebé, segure nele em silêncio ou deite-o e dê-lhe umas palmadinhas meigas para que se acalme.

Como identificar os choros do seu bebé.

Com o tempo, a maior parte das mamãs começam a reconhecer alguns dos choros do seu bebé. Há choros de fome, de dores, por mal-estares ligeiros ou mesmo por aborrecimento ou sono.

Há o choro de confusão, que indica o estado em que o bebé se encontra antes de adormecer ou de acordar completamente. E também há o choro indicador de uma cólica. Todos os bebés, a partir das três semanas e até aos três meses, chegam a um estado de alteração ao fim do dia em que necessitam de aliviar tensões. Mas alguns choram três horas por dia, três ou mais dias por semana, durante três ou mais semanas. Estas crianças têm cólicas. É muito provável que os bebés com temperamento sensível e um pouco tensos sofram de cólicas. A quantidade de novos estímulos que recebe ao longo do dia pode conduzi-lo a um estado de agitação ou de grande inquietação. Nem todas as crianças desenvolvem cólicas. Quando o seu filho tiver quatro ou seis semanas, saberá se está dentro dos 60% que as têm. O choro causado pelas cólicas é intenso, forte e inconsolável. Por vezes, dá a sensação de que as crianças com tendência para as cólicas sentem dores. Devido ao facto de engolirem ar quando choram, os bebés que sofrem de cólicas têm frequentemente o estômago inchado e gases. Os pais sentem-se angustiados e impotentes, já que pode ser muito difícil acalmar um bebé com cólicas.

Sempre que alguém se oferecer para a ajudar, seja a sua mãe, o seu pai, os seus sogros ou uma amiga, diga sempre "sim". É possível que seja difícil aceitar ajuda, mas não é o momento para tentar fazer tudo sozinha, especialmente se as cólicas se tornaram parte da sua vida diária. Portanto, faça uma pausa e deixe outra pessoa preparar a comida, dar banho ao bebé ou cuidar dele enquanto faz outras coisas.

Pode interessar-te:

Toalhitas

Toalhitas Dodot Sensitive

Especialmente desenhada para peles sensíveis