A força da proteína

A força da proteína

Se existe algo de que você e o seu bebé não podem prescindir é da proteína. Durante a gestação, a proteína desempenha várias funções: ajuda a manter a energia da mãe e proporciona ao bebé os aminoácidos que necessita para crescer.

Que quantidade de proteína faz falta? A ingestão diária de proteína recomendada durante a gestação oscila entre 60 e 100 gramas. Para que se faça uma ideia, um litro de leite contém cerca de 30 gramas de proteína.

Proteína de qualidade

Alimentos de alto valor proteico

Proteína de qualidade

Não só se deve prestar atenção à quantidade, como também ao tipo de proteína que se consome. As grávidas necessitam de proteína 'de qualidade'; quer dizer, proteína que contenha todos os aminoácidos necessários em grandes quantidades. A maior parte da proteína animal é de qualidade, ao passo que a proteína vegetal não o é. Por este motivo, os especialistas recomendam que as grávidas consumam proteína animal todos os dias. Se você for vegetariana, sobretudo se for muito rigorosa (quer dizer, não consome nenhum tipo de produto animal, nem sequer lacticínios), deverá consumir determinadas combinações de proteínas vegetais (como arroz com feijão, por exemplo) para obter todos os aminoácidos de que necessita.

Alimentos de alto valor proteico

à provável que a fonte de proteínas mais conhecida seja a carne vermelha, mas não é necessário comer bife todos os dias. Existem muitos outros alimentos ricos em proteínas, como o peixe e a carne de ave ou os produtos lácteos, frutos secos e legumes. Cada um dos alimentos seguintes contém cerca de 15 gramas de proteína:

- 2 ovos grandes
- Um prato de entre 60 e 90 gramas de carne vermelha, frango ou peixe
- 60 gramas de queijo curado
- 240 mg de feijão, ervilhas ou lentilhas cozinhadas
- 120 mg de queijo fresco
- 160 mg de frutos secos

Algumas grávidas não estão habituadas a comer muita carne e produtos lácteos e têm medo de engordar demasiado. No entanto, se mantiver uma dieta equilibrada que inclua a quantidade adequada de proteína de qualidade, não se deve preocupar com o aumento de peso. Além de tudo, a gravidez é uma época em que se ganha peso. Comer bem é uma das melhores maneiras de assegurar a saúde do bebé e também de se sentir melhor.

* Artigo realizado pela Dr.ª Margaret Comerford Freda e o Dr. Jim Thornton
 

Pode interessar-te: