Assistência durante o parto

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

Assistência durante o parto

Uma das melhores formas de transformar o parto numa experiência positiva é contar com pessoas que a ajudem a satisfazer as suas necessidades físicas e emocionais. Pode recorrer ao seu companheiro, à sua mãe ou à sua melhor amiga.

No entanto, também necessitará de uma pessoa independente, que permaneça consigo e lhe preste assistência profissional especializada. Muitas sociedades dispõem deste tipo de pessoas, habitualmente mulheres, que estão preparadas para ajudar a mulher durante o parto.


As vantagens de uma assistência profissional continuada

O que fazem as parteiras

As vantagens de uma assistência profissional continuada

Ao longo da história, as futuras mães tiveram a seu lado mulheres para ajudá-las durante o parto. Estudos recentemente realizados em todo o mundo documentaram o que as mulheres sabem desde há séculos: a assistência durante o parto tem vantagens tanto para a mãe como o bebé. Algumas destas vantagens são as seguintes:

- Menor duração do parto
- Menor ansiedade e tensão
- Menor necessidade de medicação analgésica ou anestésica
- Menos complicações
- Menos intervenções especiais, como os fórceps ou a cesariana
- Sentimentos mais positivos acerca do parto
- Maior autoestima e sensação de controlo
- Maior vínculo entre a mãe e o bebé


O que fazem as parteiras

Uma boa parteira apoiará os seus desejos em relação ao parto. Ela compreende os aspectos físicos e emocionais do parto e proporcionar-lhe-á as informações que necessitar durante o nascimento. Tratará de si, e confortá-la-á e explicar-lhe-á técnicas que aliviarão os seus incómodos e dores. Por exemplo, talvez a aconselhe a mudar de posição, se ofereça para lhe fazer uma massagem ou lhe explique como pôr em prática uma técnica especial de relaxamento, como a respiração rítmica.

Informe-se sobre a assistência durante o parto quando visitar a maternidade e insista no desejo de contar com a assistência continuada da sua parteira se for possível.

Lembre-se de que a parteira não está presente para substituir o seu companheiro ou a sua amiga. A sua presença é complementar. Se não tiver um companheiro que a apoie, esta classe de assistência é particularmente importante, mas também é muito útil para a mulher contar com a presença de um membro da sua família.

* Artigo realizado por Elaine Zwelling e o Dr. Jim Thornton

Pode interessar-te:

Toalhitas

Toalhitas Dodot Sensitive

Especialmente desenhada para peles sensíveis