O seu bebé já tem dois anos!

O seu bebé já tem dois anos!

Bebé

O seu bebé já tem dois anos!

Segundo aniversário

Parabéns! 2 anos já!

A CONSULTA MÉDICA DE ROTINA DOS 2 ANOS será, provavelmente, menos complicada do que a dos 18 meses, porque o seu filho, que já tem 2 anos, terá mais interesse em toda esta situação. A experiência será mais fácil e agradável para si.

Grandes progressos no seu desenvolvimento.

Quanto maior for o intervalo entre as consultas, mais surpreendentes e maravilhosos serão os progressos no desenvolvimento de uma criança.

Para os pais, é muito gratificante mostrá-los. Não é incrível? Os bebés de dois anos são uma delícia. A negatividade já começa a diminuir e uma maior complexidade na imitação e na fantasia transforma-os em criaturas mágicas.

Roupa e pele sensível.

O vosso rebento cresceu e não imaginam a rapidez com que terão que comprar roupa nova. A sua pele poderá ser sensível aos produtos químicos presentes nas novas peças ou ao detergente que fica na roupa após as lavagens.

Para evitar qualquer reação cutânea, lavem todas as peças e a roupa de cama antes do bebé as estrear. Também podem usar um detergente suave e enxaguar a roupa duas vezes.

Algumas crianças de temperamento sensível e, sobretudo, as que têm pele atópica, parecem sentir-se incomodadas com as etiquetas da roupa, com as  cinturas elásticas, as calças de ganga rígidas, os adornos nas T-shirts e coisas do género. Não discutam com o vosso filho por este motivo; não levarão a melhor. Procurem peças com as quais se sinta confortável, mesmo que isso signifique comprar muitas peças iguais. Será necessário descobrir o que o incomoda especificamente para evitá-lo.

Chegou a hora do bacio?

Alguém vos informou que já chegou o momento do vosso filho começar a treinar o uso do bacio (ou que já o deveria ter feito)? Pensem neste assunto e observem os sinais do bebé.

Se ainda não estiver preparado, iniciar o processo poderia ser um pesadelo para todos. Os principais sinais de que está preparado são a linguagem, a imitação, a higiene e a diminuição da negatividade.

Por Dr. T. Berry Brazelton e Dra. Ann C. Stadtler

Ajudas-me?

Estão ansiosos que o vosso filho aprenda um pouco mais acerca da responsabilidade? Dois anos é uma boa idade para começarem a ensinar-lhe como ajudar nas tarefas da casa.

Na verdade, é a melhor altura para tirar proveito da sua vontade de vos imitar. Se estiverem a mostrar-lhe como pode ajudar-vos, é possível que demorem mais a fazer as tarefas de casa, talvez o dobro do tempo, mas, em breve, verão que valeu a pena por vários motivos.  A criança sentir-se-á orgulhosa por fazer parte das responsabilidades familiares. Peçam-lhe para vos ajudar a limpar o pó dos móveis, a regar as plantas, a segurar numa pá e a organizar a roupa lavada. Uma criança de dois anos consegue realizar todas estas tarefas. Não esperem que trabalhe sozinha. Precisará da vossa ajuda a todo o momento.

A importância dos rituais familiares.

As crianças beneficiam das situações regulares e previsíveis que, por vezes, são algo aborrecidas. Elas aprendem muito acerca da ordem das suas experiências de vida através das rotinas diárias.

Isto dá-lhes segurança. Ler uma história ou cantar antes de ir para a cama pode ser um bom ritual para as crianças. Nas famílias ocupadas, em que surgem sempre muitas situações inesperadas e rotinas agitadas, estes momentos estabelecidos chegam a ser fundamentais, tanto para as crianças como para os adultos.

As férias, como as festas de Natal, por exemplo, e as situações passageiras, como os nascimentos, são momentos de especial importância para desenvolver rituais familiares que se repetem no tempo. Os mesmos alimentos, pratos especiais e decorações, além da repetição de situações, servem para ajudar as crianças a compreenderem as suas origens, os seus valores e as suas identidades. Incluam as crianças nas preparações e falem-lhes sobre acontecimentos familiares. Mostrem-lhes fotografias dos mesmos acontecimentos celebrados noutros anos ou de acontecimentos similares que se celebravam quando vocês eram crianças. Apesar das crianças não estabelecerem qualquer relação nesta idade, estão a desenvolver um sentido de si mesmas como membros de uma família e de uma tradição. Se não se sentirem confortáveis com as vossas próprias tradições familiares, criem outras novas. Com o tempo, ouvirão o vosso filho dizer ?Na nossa família, sempre...' como se o mesmo acontecesse há 10 gerações!

Pode interessar-te: