A676

O seu bebé já tem 13 meses

Bebé

O seu bebé já tem 13 meses

Nham, nham, nham? Está a comer o suficiente?

É POSSÍVEL QUE O VOSSO FILHO COMECE A COMER MENOS DO QUE ANTES. O seu apetite e a sua velocidade de crescimento diminuíram? Mais um motivo para experimentarem comidas saborosas e saudáveis. Nesta idade, os bebés estão preparados para os lanchinhos.

A hora de jantar.

Nesta idade, o bebé comerá principalmente alimentos sólidos, moles e modificados, tais como pequenos pedaços de frango cozido, massa sem condimentos ou bocadinhos de legumes cozidos sem sal.

No entanto, não eliminem do menu os cereais para bebés, para se certificarem de que o vosso filho ingere vitaminas do complexo B e ferro suficientes. A introdução de texturas diferentes nesta fase ajudará o bebé a aprender a experimentar variados tipos de alimentos. A quantidade que uma criança pequena come varia de refeição para refeição e de dia para dia. É natural que se preocupem se está a comer o suficiente, mas não exagerem desnecessariamente. Na verdade, o vosso bebé necessita de menos alimentos do que aquilo que pensam, aproximadamente 1000 a 1200 calorias diárias. Não é muito se considerarem que entre 300 e 500 dessas calorias provêm só do leite gordo. O bebé receberá os níveis necessários se lhe derem três refeições por dia, juntamente com três lanches, como por exemplo pedaços de fruta, iogurte, pão mole com queijo fresco, sumo de fruta natural (50 ml) ou alguma bolacha.

Por Dra. Suzanne Dixon

Segurança nas brincadeiras.

O bebé terá uma maior coordenação quando começar a correr e a brincar. Quanto mais se mexer, mais facilmente entrará em apuros. Por este motivo, ponderem tomar novas precauções.

Por exemplo, cercar o seu espaço para o ajudar a manter-se longe dos problemas ou, na sua falta, ir regularmente a parques ou áreas de jogos, onde possa correr de um lado para o outro e brincar de forma mais segura. Obviamente, brincar nas entradas para automóveis, nas ruas próximas ou em volta das piscinas pode ser muito perigoso para as crianças pequenas. Nesta idade, as crianças não conseguem aprender a nadar a sério, portanto o vosso bebé deve estar sob vigilância constante sempre que estiver perto da água.

Pensam viajar para a montanha? Não se esqueçam que as crianças, tal como os adultos, podem manifestar um mal agudo de montanha que podem assemelhar-se a uma constipação. Também podem sentir dores de cabeça, o que os tornará irritáveis. Subam lentamente e assegurem-se de que o bebé bebe muitos líquidos durante o percurso. Se apresentar dificuldades em respirar devido à menor concentração de oxigénio no ar atmosférico, terão que descer.

Mudança de hábitos.

Provavelmente, a vontade do bebé de dominar a arte de parar e andar alterou a sua rotina diária, incluindo o seu horário normal de sono. O seu horário da sesta, repartido entre a manhã e a tarde, torna-se menos previsível.

Um bebé pode preferir passar o seu tempo a pôr-se de pé e a sentar-se do que a dormir na sua cama. Continuem a deitá-lo na sua cama por um período curto de manhã e à tarde, mas não se preocupem se ele não descansar. Com o tempo, voltará a dormir quando conseguir dominar a capacidade de andar e quando deixar de ser novidade. Durante a noite, é ainda mais provável que o bebé interrompa o seu sono. Podem ajudá-lo a voltar a adormecer, reagindo com firmeza e calma e restabelecendo todos os rituais familiares. Dêem-lhe alguns minutos para voltar a adormecer sozinho. Depois, dêem-lhe umas palmadinhas nas costas e tranquilizem-no, dizendo-lhe que estão perto.

Os hábitos alimentares também podem ver-se afetados. É possível que não coma nada numa refeição e que, na seguinte, coma muito. Confiem nele, já que conseguirá um equilíbrio, desde que não lhe dêem importância a mais. Ofereçam-lhe lanches com mais calorias, como um pouco de pão branco com queijo, bolachas, bananas ou outras frutas, por exemplo, e deixem-no utilizar o seu próprio copo, prato e colher de plástico.

Há que fazer exercício.

É difícil arranjar tempo para fazer exercício? Se for o seu caso, ponha música e treine em casa com o seu bebé. Deite-se junto a ele em cima do tapete e use-o como um peso para fazer levantamentos de braços e pernas.

Observe como ele a imita enquanto faz os seus exercícios abdominais ou brinca a imitar um gato, arqueando a sua coluna para dentro e para fora. Provavelmente, tentará miar enquanto a mamã respira fundo.

Problemas familiares.

Se ocorreu alguma mudança que afete a família, por exemplo, um trabalho novo, a morte de um ente querido, o divórcio ou qualquer tema que possa gerar tensão, certifiquem-se de que informam o pediatra.

Mesmo que nem se apercebam disso, essa tensão afetará o bebé. As alterações do sono, uma maior irritabilidade, comportamentos apreensivos, choramingar ou mesmo um aumento repentino da atividade podem ser indicadores de ansiedade no vosso filho pequeno. É impossível protegê-lo das vossas próprias emoções. Tentem acalmar-se e percebam que o bebé só precisa de ter a certeza de que gostam dele e que estarão sempre ao seu lado.

Pode interessar-te:

Toalhitas

Toalhitas Dodot Activity

Cuidado máximo de Dodot.