A habituação à sanita passo a passo

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

A habituação à sanita passo a passo

A habituação à sanita é um processo bastante simple composto por várias etapas que o seu filho poderá dominar em poucos dias ou em poucos meses. à provável que se esperar até ele estar pronto para começar, o processo seja muito mais gratificante para ambos. Lembre-se que este é um projecto dele, não seu. Do princípio ao fim, a habituação à sanita inclui: explicar ao seu filho o que espera dele, que o seu filho lhe diga que tem vontade de ir ao quarto de banho, de se despir, de urinar ou de fazer cocó, limpar-se, vestir-se, sair do bacio e lavar as mãos. Cada etapa levará o seu tempo; portanto, lembre-se de elogiar o êxito do seu filho no fim de cada passo. O momento de passar à etapa seguinte dependerá do ritmo e do domínio que o seu filho tiver alcançado na etapa anterior. Se bem que o objectivo a longo prazo seja o importante, os êxitos mais pequenos também o são. Lembre-se que, ao princípio, o êxito assenta no facto de o seu filho compreender a utilização da sanita, não no facto de dominar todo o processo. Para lhe mostrar o que espera dele siga estes passos:

1. Compre um bacio
Muitas crianças sentem-se mais seguras num bacio do que numa sanita. Isto deve-se a que quando se sentam no bacio os pés assentam firmemente no chão o que as faz sentirem-se seguras, pois não têm medo de cair nem para fora nem para dentro. Se o seu filho tiver medo do bacio, não o obrigue a utilizá-lo. Desista de o tentar habituar à sanita durante um ou dois meses. Dê-lhe tempo para se acostumar à ideia de usar o bacio e para se sentir à vontade com ele.

2. Permita que o seu filho se familiarize com o pote.
Antes de começar a usar o pote, deixe que o seu filho o observe, lhe toque e se sinta à vontade com ele. Diga-lhe que é o 'seu' bacio.

3. Coloque o bacio num sítio conveniente para o seu filho.
Não é necessário que o bacio esteja apenas na casa-de-banho. Coloque-o no quarto de brincar, perto da cama, no pátio ou onde quer que o seu filho brinque para que possa utilizá-lo quando tiver vontade.

4. Para começar, deixe o seu filho sentar-se no bacio uma vez por dia, totalmente vestido, para que se habitue.
Além disso, deixe-o sair do bacio a qualquer altura e nunca o obrigue a ficar lá sentado durante muito tempo.

5. Depois de o seu filho se sentir à vontade sentado no bacio, vestido, deixe-o sentar-se nele sem roupa.
Esta é a etapa seguinte, a lógica é ajudá-lo-á a habituar-se à ideia de se despir antes de ir à casa-de-banho.

6. Se o seu filho tiver feito cocó na fralda, faça com que ele a veja a deitá-lo para o bacio para que fique a saber para onde é que o cocó deve ir.
Explique ao seu filho que este é o local para a urina e para as fezes; o seu filho deve perceber a importância de colocar cada coisa no seu lugar.

7. Tenha paciência e seja positiva.
Tal como com todas as habilidades recém adquiridas, com o tempo o seu filho dominará a habituação à sanita.

Outras sugestões úteis:
Vista ao seu filho calças largas e fáceis de despir. Ensine-o a vestir-se e a despir-se quando tiver que se sentar no bacio. Depois de ele se sentir à vontade sentado no bacio, vestido, tente com ele despido. Encoraje a imitação. Com o seu filho perto de si, sente-se na sanita e faça com que ele se sente também no bacio. Permita que o seu filho urine sentado. Inicialmente, tanto os rapazes como as raparigas devem aprender a utilizar o bacio deste modo. Se os rapazes aprenderem a urinar de pé é provável que depois não queiram sentar-se para fazer cocó. Esteja atenta aos sinais do seu filho. As caretas, os gemidos, as posições ou outros comportamentos não habituais poderão querer dizer que o seu filho precisa de fazer cocó. Quando o vir a fazer isto, pergunte-lhe se tem vontade de fazer. Pergunte-lhe se quer que o ajude a tirar as calças. Lembre-lhe se necessita de ir ao quarto de banho. Não se esqueça de o felicitar quando ele lhe disser que precisa de ir ao bacio, independentemente de ter sido necessário você lembrar-lho ou não. Deixe o seu filho puxar o autoclismo, mas só se ele quiser. Algumas crianças não gostam ou têm medo do som do autoclismo; portanto, certifique-se de que este medo não existe. Além disso, tente tranquilizar o seu filho se ele ficar chateado por ver o cocó desaparecer pela sanita abaixo. Trate da pele do seu filho. Para mantê-lo seco e limpo mude-o regularmente. Não o deixe com a roupa suja como método de habituação à sanita. Quando o seu filho estiver a utilizar com sucesso o bacio várias vezes ao dia, comece a pensar em usar roupa interior. Comece por vestir-lha apenas durante parte do dia. E pelo facto de as fraldas poderem ser muito tranquilizantes, não o obrigue já a passar sem elas. Sintonize-se com as outras pessoas que cuidam do seu filho. Certifique-se de que coordena os seus planos de habituação à sanita com quem fica com o seu filho durante o dia (amas, avós, pessoal do infantário, etc.). à importante que saibam como é que quer que o seu filho seja habituado à sanita para que ele receba a mesma mensagem durante o dia, quando você não está presente, e à noite e aos fins-de-semana, quando você está com ele. Prepare-se para enfrentar alguns 'acidentes'. Durante este processo de aprendizagem, é normal que de vez em quando o seu filho se recuse a urinar ou a fazer cocó. Se o seu filho se recusar continuamente a fazer cocó, é possível que as fezes fiquem duras, o que torna doloroso ir à casa-de-banho. Para manter as fezes moles, pode consultar o pediatra e pedir-lhe que lhe sugira algumas mudanças na dieta (dar-lhe mais água, alimentos ricos em fibras, etc.). Quando as fezes estiverem mais moles, tranquilize o seu filho e diga-lhe que quando quiser fazer cocó não lhe vai doer.

* Artigo realizado pelos Dres.T. Berry Brazelton e Ann C. Stadtler

Pode interessar-te: