O seu bebé já tem 8 meses

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

O seu bebé já tem 8 meses

Bebé

O seu bebé já tem 8 meses

Febre! Quando é necessário levá-lo ao médico?

A FEBRE É FREQUENTE NAS CRIANÇAS. Se a temperatura do seu bebé for elevada, dispa-lhe uma camada de roupa e controle novamente a temperatura dentro de 15 a 20 minutos. No caso de um lactante com menos de 3 meses, deve ligar ao seu pediatra ou dirigir-se ao centro de saúde.

Tudo sobre a febre.

A febre é a forma que o corpo tem de combater as infeções e, a menos que seja muito alta, não há motivos para se preocupar demasiado com ela. Quando o bebé tiver mais de dois meses, a febre torna-se um sintoma muito menos preocupante, especialmente se ele sorrir, comer e dormir bem.

É mais importante observar o que acontece a par da febre. Quando o bebé tiver algum dos seguintes sintomas, além da febre, liguem imediatamente para o pediatra.

- Tem febre superior a 40º C ou esta prolonga-se por mais de três dias.

- Geme ou chora de forma descontrolada quando lhe tocam ou mexem.

- Rejeita a comida.

- Não se comporta normalmente.

- Não acorda.

- Tem torcicolo.

- A sua respiração é difícil, rápida, ruidosa ou ofegante.

- Além disso, tem diarreia, especialmente se apresentar sangue nas fezes.

- Não consegue engolir ou baba-se de forma não habitual.

- A sua pele apresenta manchas vermelhas ou púrpura.

A aprender a comer sozinho.

Chegou a hora de estimular o bebé a comer sólidos. As suas novas habilidades com o polegar e o indicador significam que é capaz de comer com estes dedos e que está verdadeiramente entusiasmado com a possibilidade de o fazer.

Quanto mais lhe permitirem responsabilizar-se pela sua própria alimentação, melhor será o resultado a longo prazo, porque se sentirá estimulado pela sensação de alegria e de conquista que a ação de comer sozinho lhe proporciona. Ao darem-lhe controlo nessa área, evitarão as lutas pelo poder e pelo controlo tão comuns no segundo ano de vida .

Já se senta!

Gradualmente, o vosso bebé conseguiu uma maior independência e controlo físico e, aos oito meses, é capaz de se sentar com segurança. Consegue virar-se, inclinar-se para a frente e mexer-se de um lado para o outro.

Por outro lado, utiliza mais as mãos para explorar o seu mundo: aponta, investiga e, geralmente, descobre usos maravilhosos para os seus dedos. Nesta etapa, devem proteger o vosso filho da curiosidade que acompanha estas habilidades motoras tão difíceis de adquirir. Os bebés encontram tudo, portanto têm que estar preparados. Não esperem que surja uma emergência para procurarem o número do centro de toxicologia mais próximo. Percorra a sua casa a gatinhar para identificar eventuais riscos. Por exemplo, assegure-se de que todos os produtos de limpeza estão guardados e fora do seu alcance, que todas as tomadas de alimentação dispõem de protetores e que todas as prateleiras situadas a baixa altura, incluindo as da casa de banho, têm bloqueios nas portas. Pergunte ao seu pediatra como agir em caso de engasgamento acidental e informe os seus familiares e outros cuidadores do seu bebé a esse respeito.

A mamã também necessita de ferro.

Muitas mulheres não ingerem ferro suficiente e as mães com deficiência de ferro não só se sentem cansadas como também podem ter mau humor e serem incapazes de passar bons momentos com os seus filhos como gostariam. Peça ao seu médico para examinar o seu nível de ferro, especialmente se se sentir desanimada.

Entre as boas fontes de ferro encontram-se os legumes de folha verde-escura (como os espinafres e a couve de folhas frisadas), os cereais enriquecidos, as carnes vermelhas magras e as gemas de ovo. Se, definitivamente, precisar de tomar suplementos, guarde-os num lugar fora do alcance do seu filho. Os comprimidos parecem doces mas podem fazer adoecer gravemente o seu bebé. Se suspeitar que o seu filho tomou os seus comprimidos de ferro, leve-o imediatamente à consulta do seu pediatra ou ao serviço de urgências mais próximo e leve a embalagem dos comprimidos.

Precisa de desconectar um pouco?

Aborrece-se por passar todo o dia em casa? Então saia e vá dar um passeio. Ponha o seu bebé na mochila porta-bebés ou no carrinho e, enquanto passeia, pode ir dizendo o nome de tudo o que vão encontrando: as árvores, os pássaros, os autocarros, os camiões?

Se não estiver bom tempo para sair, sente-se no chão, em frente ao seu bebé, e brinque com ele a fazer girar uma bola. Assegure-se de que a bola é macia, não vá ele decidir atirá-la. Quando se cansar, tente arrastar um carrinho de brincar, um rolo de papel absorvente ou um tubo grande de papelão.0

Começamos a ler!

Nunca é demasiado cedo para começar a ler ao bebé, pois assim estimularão o desenvolvimento da sua mente desde a infância e continuará durante toda a sua meninice. Além disso, é divertido para ambos.

É recomendável ler diariamente em voz alta aos filhos desde os seis meses. Quando são muito pequenos, as imagens com cores brilhantes e com muito contraste chamarão a sua atenção e, muito em breve, começarão a assimilar as palavras. Por isso, peguem num livro de histórias, numa revista ou mesmo num romance; nesta etapa, o mais importante é o facto da mamã lhe estar a ler e não o conteúdo da leitura. Para o seu bebé, será um modelo que imitará toda a sua vida.

Por Dra. Suzanne Dixon

Pode interessar-te: