O desenvolvimento psicomotor em bebés dos 0 aos 36 meses

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

O desenvolvimento psicomotor em bebés dos 0 aos 36 meses

O desenvolvimento psicomotor é um processo contínuo durante o qual se dá a evolução da inteligência, da comunicação, da afectividade, da sociabilidade e da aprendizagem de forma global e simultânea. Decorre por etapas e depende da maturação do sistema nervoso central. Todas as crianças passam por todas as etapas, embora o ritmo na aquisição possa variar de uma para a outra.

Quando a criança nasce, mostra aquilo que conhecemos como reflexos primitivos, que, mais tarde, possibilitarão os movimentos voluntários. Estes reflexos, inatos em todas as crianças, permitem ao bebé realizar as funções básicas de respirar, comer ou virar a cabeça à procura do peito ou da tetina do biberão.

Durante os dois primeiros anos de vida, o desenvolvimento da motricidade e do psiquismo confundem-se e sobrepõem-se através do desenvolvimento sensorial, motor e cognitivo, que constituem o desenvolvimento psicomotor. Neste desenvolvimento intervêm factores genéticos, factores do meio em que a criança vive e o sexo do bebé. Os factores genéticos referem-se a tudo o que cada criança herda dos pais. Por outro lado, em função do meio em que o bebé viva, aprenderá rapidamente o que lhe ensinamos. Daí ser tão importante proporcionarmos à criança um ambiente estimulante, a possibilidade de brincar e de explorar, porque assim oferecemos-lhe uma oportunidade única de adquirir rapidamente conhecimentos. O sexo também tem influência sobre o modo como um bebé se vai desenvolvendo. Por exemplo, as meninas têm mais facilidade para aprender a linguagem, e os meninos, por outro lado, são geneticamente mais hábeis no desenvolvimento da motricidade. No início, a aprendizagem é muito global, isto é, o bebé aprende de forma simultânea a deslocar-se, a prestar atenção ao que lhe dizem, a estabelecer um vínculo com a figura de afeição, etc. À medida que o bebé vai crescendo, podemos estimulá-lo de forma mais precisa. Podemos estimular apenas a sua motricidade, a linguagem ou a percepção, e assim sucessivamente com todas as capacidades.
à fundamental que os pais lhe proporcionem um ambiente acolhedor e estimulante. Vocês têm um papel fundamental na estimulação dos vossos filhos, na transmissão do entusiasmo por explorar o mundo que nos rodeia, o que, sem dúvida, é promover a possibilidade da criança aprender. Ao brincar convosco, mergulhado num clima de carinho e de afectividade, o vosso bebé sentir-se-á seguro e contente por descobrir o que existe à sua volta na companhia dos pais. Este contexto de amor é fundamental para estabelecerem um laço forte com o vosso filho e para que a aprendizagem seja bem sucedida. Para o bebé, nada é mais importante do que estar com os pais e fazer coisas de que gostem, provocar, para que lhe dêem beijos, carícias, fazer-vos rir... e aprender consiste exactamente nisto.
Embora cada criança seja única no momento em que adquire as capacidades psicomotoras, de um modo geral, nos capítulos que se seguem encontrarão as pautas habituais de evolução do desenvolvimento psicomotor por idades, desde que um bebé nasce até completar dois anos, bem como algumas actividades simples para estimular o desenvolvimento motor dos mais pequenos através de uma relação activa e lúdica entre pais e filhos.

Pode interessar-te:

Fraldas

Fraldas Dodot Básico

A qualidade de Dodot a um preço básico