Como ensinar as crianças com menos de 6 anos a controlar os esfíncteres.

Como ensinar as crianças com menos de 6 anos a controlar os esfíncteres.

O controlo dos esfíncteres implica a passagem de um comportamento reflexo automático para uma conduta controlada e voluntária.

Uma boa parte das crianças conseguem o controlo diurno entre os dois e os três anos. Entre os três e os cinco anos, a maioria das crianças adquirem o controlo nocturno.

Antes de iniciar a criança no controlo dos esfíncteres, é necessário garantir que a criança:

  • Conhece e compreende bem as palavras-chaves: xixi, molhado, sujo, sentar, subir, baixar, sanita, bacio…
  • Conhece as sensações / alertas de estar molhada, limpa, suja, ter vontade de fazer xixi (distingue as sensações da bexiga…).
  • Conhece o comportamento de fazer xixi na sanita porque vê crianças, adultos, personagens de um conto a fazerem-no…
  • Sabe que é um comportamento que deve tentar conseguir e, por isso, elogiamos muito todas as condutas orientadas para esse fim, ao mesmo tempo que não damos importância aos “acidentes”.
  • Usa roupa fácil de despir e vestir (sem botões, fechos nem alças)
  • Os pais não devem ter pressa, já que cada criança amadurece ao seu ritmo. Também não devem pressioná-la nem forçá-la, pois isso só conduzirá à frustração. Em caso algum devem ameaçar, repreender, gritar, castigar ou ridiculizar a criança.


COMO INICIAR O CONTROLO DIURNO

  • Retirar a fralda só durante o dia.
  • Pôr a criança no bacio a cada duas horas aproximadamente.
  • Valorizar muito positivamente sempre que conseguir fazer xixi no bacio.
  • Não dar demasiada importância se não o fizer, incentivando-o e dizendo que o conseguirá da próxima vez.
  • Quando conseguir com que faça xixi a cada duas horas há vários dias, aumentar o intervalo de pô-lo no bacio para duas horas e meia.
  • Continuar com o mesmo sistema de elogio dos comportamentos adequados, não dando importância aos “acidentes”.
  • Ir aumentando o intervalo de tempo de sentá-lo no bacio, ao mesmo tempo que incentivamos a criança a pedir para fazer xixi quando tiver vontade, valorizando esse comportamento sempre que o tenha.
  • Normalizar a conduta de fazer xixi assim que for capaz de pedir para ir à casa de banho cada vez que sinta necessidade de o fazer.
  • Assim que consiga controlar o acto de urinar, chega o momento de iniciação no uso adequado da sanita (levantar e baixar a tampa, sentar-se de forma adequada, não se molhar nem se sujar, limpar-se sozinho, puxar o autoclismo e lavar as mãos quando terminar).


COMO INICIAR O CONTROLO NOCTURNO

  • Depois de conseguir o controlo diurno e/ou da fralda sair seca de manhã durante uma ou duas semanas seguidas, será o momento de retirá-la todas as noites.
  • Há que iniciar a rotina de ir à casa de banho todas as noites mesmo antes de se deitar. Para progredir no controlo nocturno, pode ajudar a criança ensinando-lhe a tentar controlar a urina mais algum tempo (o máximo que conseguir), assim como “jogar” a soltar e a reter o xixi várias vezes quando for à sanita.

COMO AJUDAR A CRIANÇA

  • Ã importante assegurar um ambiente relaxado, tranquilo e compreensivo.
  • Não tentar o controlo nocturno até se conseguir o controlo diurno.
  • Não pressionar nem fazer comentários negativos perante as tentativas falhadas.
  • Não esquecer que cada criança tem o seu próprio ritmo. Há que confiar no desenvolvimento da criança, estimulá-la positivamente e ensiná-la. Nunca exigir.
  • Depois de iniciado o programa de treino, é aconselhável tentar não voltar a pôr-lhe a fralda, mesmo que tenha que mudar a criança muitas vezes.
  • Conseguir bons hábitos de higiene pessoal requer, por parte dos pais, a manutenção de uma rotina, uma ordem e horários fixos que permitam à criança automatizar o hábito que pretendem conseguir e, com isso, uma maior autonomia. Os pais devem mostrar-se pacientes e perseverantes, ir passo a passo e ter sentido de humor.
     

Pode interessar-te: