?
Por qué registar?
Receberá as nossas newsletters com a informação relativa ao seu momento da gravidez ou do cuidado do seu filho.
Ao identificar-se em dodot.com, oferecer-lhe-emos informação personalizada.
Poderá participar na Comunidade Dodot.
Com um único registro terá acesso a Dodot, Kandoo e Happyjama.
Identifique-se
Lo sentimos, pero en este momento estamos trabajando en mejoras de la web y no puedes identificarte.
Vuelve pronto, por favor.
¡Muchas gracias!
Lamentamos mas neste momento estamos a trabalhar para implementar melhorias na web e não podes identificar-te.
Tenta de novo em breve.
Muito obrigado!
Dodot.com
¿habla español?
Seleccione um tema:
Seleccione uma etapa:

Perguntas Frequentes

Por que é que o médico está preocupado com a cabeça grande do meu bebé recém-nascido?

0 votos

O meu filho foi ontem à consulta dos 2 meses. O médico estava preocupado com o perímetro cefálico dele, que era de 40 cm., uma vez que é maior do que a medida correspondente para a sua idade, segundo os gráficos de crescimento. Disse que verificou se havia qualquer acumulação de fluido e disse que parecia estar tudo normal. O que aconteceria se de facto houvesse acumulação de fluido? O que é que isso significa?

O seu filho com dois meses tem, de facto, uma cabeça grande com uma circunferência de cerca de 40 cm. O termo médico para esta situação é macrocefalia, o que simplesmente quer dizer "cabeça grande". Em alguns bebés, esta é uma situação completamente normal e pode ter muitas causas. No caso das crianças mais pequenas, o factor ao qual se deve prestar mais atenção, no caso da macrocefalia, é o rápido aumento no crescimento da circunferência craniana. Provavelmente, o pediatra já a terá informado de que irá seguir esta situação de perto.Uma das situações associadas ao rápido aumento da circunferência craniana na infância, chama-se hidrocefalia ou "água no cérebro". Por isto, entende-se a acumulação de líquido (cefalorraquideano) ao qual se referia o pediatra. A hidrocefalia é provocada por um bloqueio no fluxo normal do líquido que flui no interior e à volta do cérebro. Existem tratamentos para estes casos. Se, na próxima consulta de rotina, o pediatra achar que a cabeça do bebé está a crescer depressa demais, ou se tiver detectado outras mudanças, poderá pedir uma ecografia cerebral, uma tomografia computadorizada (CT) ou uma ressonância magnética (MRI).

Partilhar

close

Adicionar os endereços à mão:

Adicionar

Vais enviá-lo a:

    O teu nome: O teu e-mail: Enviar