Como posso aliviar a dor de cabeça de origem hormonal durante a gravidez e quando desaparecerão?

Conteúdos
verificados por:

Partnership logo

Como posso aliviar a dor de cabeça de origem hormonal durante a gravidez e quando desaparecerão?

Las hormonas da gestação parecem provocar mais dores de cabeça em algumas mulheres do que em outras. Mas as hormonas não são a única causa. A fadiga, a tensão, a fome e o cansaço físico ou emocional podem causar dor de cabeça durante a gravidez, que parece ser de duas classes: enxaqueca ou cefaleia de tensão. Ã conveniente não tomar analgésicos durante a gravidez, mas existem muitas estratégias úteis e seguras para prevenir e aliviar a dor de cabeça:

- Comer regularmente. Um baixo nível de açúcar no sangue pode causar dor de cabeça, pelo que não se deve saltar nenhuma refeição. Evite os alimentos ou bebidas que contenham cafeína e os alimentos desencadeantes conhecidos (como o vinho tinto, a carne vermelha ou em conserva e os queijos curados).

- Ingerir líquidos. Tomar seis a oitos copos de água por dia pode ajudar a prevenir a dor de cabeça e uma chávena de infusão relaxante de ervas pode aliviá-la.

- Fazer exercício. Caminhar, nadar ou andar de bicicleta são actividades que melhoram a circulação, aumentam a energia, reduzem a fadiga e podem prevenir a dor de cabeça. Os exercícios para reduzir a tensão, como as rotações lentas de cabeça e ombros, podem aliviá-la.

- Técnicas de relaxamento. Experimente o relaxamento progressivo com a criação de imagens mentais, o ioga ou a meditação.

- Massagens. Massaje as fontes ou a nuca, exercendo uma firme pressão com um movimento circular lento.

- Compressas frias ou quentes. Aplique compressas quentes na nuca ou nos ombros, ou compressas frias na testa.

- Banhos quentes. Tome um banho quente durante 15 ou 20 minutos, com espuma e música relaxante para aliviar a tensão.

- Dormir bem. Dado que a fadiga é um factor desencadeante da dor de cabeça, vá cedo para a cama e tente fazer uma sestazinha. Se a sua dor de cabeça for forte e persistente e for acompanhada de visão turva ou inchaço da cara e das mãos, entre em contacto com o seu médico para se assegurar de que não padece de pré-eclâmpsia ou toxemia.